Notícias

7

jan

07 de Janeiro – São Raimundo de Peñafort, homem de oração

Nasceu no castelo de Peñafort, Barcelona, Espanha, no ano de 1175. Desde cedo, muito dedicado aos estudos, ele se especializou em Bolonha, na Itália, na universidade onde se tornou também um reconhecido mestre. Deixou aquela realidade que tanto amava para obedecer ao Bispo de Barcelona que o queria como cônego. Ele prestou esse serviço até discernir seu chamado à vida religiosa, quando entrou para a família dominicana e continuou em vários cargos de formação, mas aberto à realidade e às necessidades da Igreja, onde exerceu o papel de teólogo do Cardeal-bispo de Sabina; também foi legado na região de Castela e Aragão; depois, transferido para Roma, ocupou vários cargos.

Ele não buscava nem tinha em mente um projeto de ocupar este ou aquele serviço, mas foi fiel àquilo que davam a ele como trabalho para a edificação da Igreja. Na Cúria Romana, quantos cargos ligados a Teologia, Direito Canônico! Um homem de prudência, de governo. Seu último cargo foi de penitencieiro-mor do Sumo Pontífice. Quiseram até escolhê-lo como Arcebispo, mas, nesta altura, ele voltou para a Espanha; quis viver em seu convento, em Barcelona, como um simples frade, mas fossem os reis, o Papa e tantos outros sempre recorriam ao seu discernimento.

São Raimundo escreveu a respeito da casuística. Enfim, pelos escritos e pelos ensinos, ele investia numa ação de mestres e missionários, pois tinha consciência de que precisava de missionários bem formados para que a evangelização também fluísse. Ele não fez nada sozinho, contou com a ajuda de São Tomás de Aquino, ajudou outros a discernir a vontade do Senhor, como São Pedro Nolasco, que estava discernindo a fundação de uma nova ordem consagrada a Nossa Senhora das Mercês – os mercedários. Homem humilde que se fez servo, foi escolhido como Superior Geral dos Dominicanos. Homem de pobreza, de obediência e pureza; homem de oração. Por isso, os santos como São Raimundo, um exemplo. Faleceu em Roma, em 1275; cem anos consumindo-se pela obra do Senhor.

São Raimundo de Peñafort, rogai por nós!

17

jan

17 de Janeiro – Santo Antão, exemplo de castidade, de obediência e pobreza

Santo Antão, construiu muros em um cemitério e lá viveu na penitência e na meditação
16

jan

16 de Janeiro – São Berardo e companheiros mártires

São Berardo e companheiros mártires evangelizavam pregando sobre o Reino de Deus
15

jan

15 de Janeiro – Santo Amaro, exemplo de virtude

Santo Amaro foi exemplo de virtude, obediência e abertura à ação do Espírito Santo
14

jan

14 de Janeiro – Santa Elisabete Ana Bayley Seton, obediente ao Senhor

Santa Elisabete, fazia parte da Congregação das Irmãs de São José
11

jan

11 de Janeiro – São Vital, movido pelo Espírito Santo

São Vital, testemunha da misericórdia; converteu muitas mulheres, ao ponto delas o ajudarem
9

jan

09 de Janeiro – Santo André Corsini, um santo bispo

Santo André Corsini, passou humilhação, mas sempre centrado em Cristo
8

jan

08 de Janeiro – São Severino, voz de Deus para o povo

São Severino, grande influência ele exerceu pela sua vida de virtudes, de oração e penitência
7

jan

07 de Janeiro – São Raimundo de Peñafort, homem de oração

São Raimundo de Penãfort foi fiel aquilo que davam a ele como trabalho para a edificação da Igreja