Notícias

5

out

CURTIR OU COMPARTILHAR?

Quem nunca chegou a algum lugar, cumprimentou as pessoas e notou que todos permaneciam concentrados em seus smartphones? Ou percebeu, em um passeio com os filhos, que eles estão mais preocupados em tirar selfies (autoretratos) para publicar nas redes sociais do que apreciar o lugar  e a companhia? Ou, ainda, sentiu em si mesmo uma certa falta de concentração e impaciência para leituras longas? 

Posturas como essas são recorrentes em uma sociedade que consome cada vez mais informação através da telinha, seja ela no monitor do computador, da TV ou do celular. Muitas pessoas ignoram completamente o que está acontecendo ao redor e parecem não ser capazes de interagir com alguém ou realizar uma única atividade durante um período prolongado. A filosofia do carpe diem (”aproveite o momento”), eternizada pelo poeta romano Horácio, parece ultrapassada; mais vale compartilhar por meio das redes sociais o momento vivenciado do que de fato aproveitá-lo no instante em que ocorre.

Nos últimos anos, muitos estudiosos e pesquisadores voltaram-se para os efeitos que o consumo, o excesso de informação e acesso a tecnologias cada vez mais avançadas têm causado nas novas gerações, em especial o déficit de atenção e o vício em aparelhos eletrônicos e na internet.

Essa revolução digital, de certa forma, tem remodelado o funcionamento do cérebro de crianças e adolescentes, tornando-as mais hábeis para executar tarefas múltiplas, mas prejudicando o poder de concentração. Segundo o psicólogo Daniel Goleman, da Universidadede Harvard, nos Estados Unidos, a tecnologia captura nossa atenção e interrompe nossas conexões. O excesso de informação, aliado à tecnologia, gera distrações frequentes e, assim, surge uma geração sem foco.

No entanto, Goleman afirma que a atenção e a concentração podem ser exercitadas. Sem foco não se mantém uma dieta, um emprego nem boas relações interpessoais. Uma pessoa focada, segundo o especialista, tem consciência de que seus atos impactam o mundo todo.

Fonte: Revista Ave Maria

20

set

20 de Setembro – Santo André Kim e companheiros mártires

Tornamos célebre neste dia o testemunho dos 103 mártires coreanos que foram canonizados pelo Papa João Paulo II, na sua visita a Seul em maio de 1984.
19

set

19 de Setembro – São Januário

A história do santo deste dia se entrelaça com a cidade italiana de Nápoles, onde o corpo e sangue de Januário estão guardados. Este santo viveu no fim do século III e se tornara Bispo de Benevento, cidade próx...
12

set

12 de Setembro – São Nilo, fundou um mosteiro em Grottaferrata

São Nilo atraiu a muitos, tendo assim a felicidade de fundar vários mosteiros no Sul da Itália
11

set

11 de Setembro – São João Gabriel Perboyre

Ingressou na Congregação da missão fundada por São Vicente de Paulo para tornar-se um padre vicentino ou lazarista, como também são chamados os sacerdotes desta Ordem.
5

set

05 de Setembro – Santa Teresa de Calcutá

“Qualquer ato de amor, por menor que seja, é um trabalho pela paz”. Mais do que falar e escrever, Santa Teresa de Calcutá viveu este seu pensamento.
3

set

03 de Setembro – São Gregório Magno

São Bento exercia forte influência na vida de Gregório, por isso, além de ajudar a construir muitos mosteiros, entrou para a vida religiosa do “Ora et Labora”.
28

ago

28 de Agosto – Santo Agostinho

Agostinho nasceu em Tagaste, no norte da África, em 354, filho de Patrício (convertido) e da cristã Santa Mônica, a qual rezou durante 33 anos para que o filho fosse de Deus.
20

ago

20 de Agosto – São Bernardo Claraval

Nascido no Castelo de Fontaine em 1090, perto de Dijon (França), pertencia a uma família nobre, a qual se assustou com sua decisão radical de seguir Jesus como monge cisterciense.