Notícias

16

out

Papa: é preciso proteger o homem da autodestruição

      Mudanças climáticas, crises internacionais, pobreza e ameaças contra os cristãos são alguns dos assuntos abordados pelo Papa Francisco em entrevista ao semanário francês Paris Match. O Santo Padre reitera, mais uma vez, as linhas mestras de seu Pontificado, sem jamais esquecer, afirma, ter sido “um padre das estradas”.

      Como fazer para proteger o homem de sua destruição? “Renunciando à idolatria do dinheiro, recolocando no centro o ser humano, a sua dignidade, o bem comum, o futuro das gerações que habitarão a Terra depois de nós”.

      O Papa respondeu de modo direto a todas as perguntas, inclusive às mais pessoais, quando falou da saudade de um passeio pelas ruas de Roma e de uma pizza com os amigos. Sobretudo reiterou, como indicado na encíclica “Laudato Si”, sua firme convicção sobre a profunda ligação entre a eliminação da pobreza e a proteção da criação.

      “Os cristãos são propensos ao realismo, não ao catastrofismo” – explicou do Papa –, por isso, não podemos esconder uma evidência: o sistema mundial atual é insustentável”.

      Daí a esperança do Santo Padre de que o Encontro de cúpula sobre o clima em Paris, em dezembro próximo, possa contribuir para escolhas concretas, partilhadas e em prol do bem comum, com uma visão a longo prazo.

      “A nossa casa comum está poluída, não cessa de se deteriorar, advertiu o Santo Padre, destacando a necessidade de um compromisso de todos. “É necessário proteger o homem da autodestruição.”

      Perguntado sobre a tragédia vivida por comunidades cristãs do Oriente, ameaçadas pela violência fundamentalista islâmica, o Pontífice respondeu que não se pode resignar-se diante do fato de que essas comunidades, hoje minoritárias no Oriente Médio, sejam obrigadas a abandonar suas casas, suas terras.

       Diante dessa situação, existe o dever humano e cristão de agir. As causas que provocaram tudo isso não podem ser esquecidas, bem como “a hipocrisia dos poderosos da terra, que falam de paz mas que, de modo indiferente, vendem armas”.

      Portanto, para resolver a tragédia dos refugiados é necessário “agir em favor da paz, e trabalhar concretamente sobre as causas estruturais da pobreza”.

      Além disso, acrescentou, “capitalismo e lucro não são diabólicos se não forem transformados em ídolos. Não sei se permanecem instrumentos”. As sociedades correm risco de ruína se “dinheiro e lucro se tornam a todo custo fetiches a serem adorados, se a avidez se torna a base do nosso sistema social e econômico”.

       Sobre a canonização, no próximo domingo, 18 de outubro, dos pais de Santa Teresinha do Menino Jesus, Francisco falou de “um casal de evangelizadores que testemunhou a beleza da fé em Jesus”.

Fonte: Radio Vaticano

18

out

18 de Outubro – São Lucas

Estamos em festa na liturgia da Igreja, pois lembramos a vida e o testemunho do evangelista São Lucas.
8

out

08 de Outubro – São Luis Beltran

Luis Beltran nasceu em Valência (Espanha) em 1526, e foi o tipo de jovem aventureiro, aberto aos desafios. Obediente a voz do Senhor, venceu a oposição do pai e ingressou na Ordem Dominicana para ser sacerdote....
7

out

07 de Outubro – Nossa Senhora do Rosário

A celebração de hoje convida-nos à meditação dos Mistérios de Cristo, os quais nos guiam à Encarnação, Paixão, Morte e Ressurreição do Filho de Deus.
4

out

04 de Outubro – São Francisco de Assis

Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália) em 1182. Jovem orgulhoso, vaidoso e rico, que se tornou o mais italiano dos santos e o mais santo dos italianos. Com 24 anos, renunciou a toda riqueza para desposar...
1

out

01 de Outubro – Santa Teresinha do Menino Jesus

“Não quero ser santa pela metade, escolho tudo”.
30

set

30 de Setembro – São Jerônimo

Neste último dia do mês da Bíblia, celebramos a memória do grande “tradutor e exegeta das Sagradas Escrituras”: São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja.
27

set

27 de Setembro – São Vicente de Paulo

“Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e espírito e amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Mat 22,37.39).
26

set

26 de Setembro – São Cosme e São Damião

Jamais abandonaram a fé e foram decapitados em 303. São considerados os padroeiros dos farmacêuticos, médicos e das faculdades de medicina.